segunda-feira, 16 de março de 2009

Escurecimento Global x Aquecimento Global

Por Luiyz Neto

O vídeo “Mundo nas sombras / Aquecimento Global”, produzido pela BBC, discute as causas e as conseqüências de um fenômeno ambiental global pouco divulgado pelos meios de comunicação de massa e, de certa forma, ainda bastante desconhecido pela sociedade em geral, o escurecimento global.
Entende-se por Escurecimento global a redução da quantidade de irradiação solar sobre a superfície terrestre, pois, segundo recentes estudos realizados, as nuvens, ao formarem-se, estão cada vez mais cheias de poeiras e poluentes (fuligens, cinzas, nitratos, sulfatos, etc) formando, dessa forma, inúmeras gotículas que “prendem” e refletem os raios, funcionando, em conjunto, como um grande espelho – ocasionando o Escurecimento global, que já pode ser verificado através de imagens de satélite na parte Norte das Ilhas Maldivas, oceano Índico.
Esses poluentes são em sua maioria originados pela ação humana e estão relacionados à queima de óleos e combustíveis fósseis. Sendo assim, uma pergunta parece bastante pertinente: Como fazer então para mudar uma trágica realidade que parece tão próxima e irreversível? O vídeo afirma que “controlar a poluição do ar não precisa ser tão difícil, não significa desistir do carvão e do óleo, eles só precisam ser queimados de maneira mais limpa. Na Europa já se faz alguma coisa, filtros nas usinas, catalisadores nos carros e combustíveis com menores níveis de enxofre...apesar de não ajudar na emissão de gases do efeito estufa, eles já começaram a diminuir a poluição visível do ar”.
Efeito Estufa! Esse é o outro lado da moeda que o vídeo mostra, passando a desenvolver a discussão central do documentário: Vivemos no mundo de aquecimento global, somente, ou vivemos num mundo de aquecimento e escurecimento global? E vai além: “Se resolvermos o problema do escurecimento global, poderemos tornar o mundo mais quente com o aquecimento global?”
Sabe-se que o escurecimento global interferiu no ciclo hidrológico através da redução dos níveis de evaporação e pode estar relacionado às causas de secas ocorridas em várias regiões do mundo. De outra forma, o escurecimento global cria um efeito de arrefecimento (queda) de temperatura que poderá ter mascarado parcialmente os efeitos dos gases do efeito estufa no aquecimento global.
Com tantos holofotes voltados ao, quase sempre, protagonista “Aquecimento Global”, em um primeiro momento chega-se a pensar que o Escurecimento global parece nos proteger dos malefícios do aquecimento global. Mero engano. Os dois fenômenos são, claramente, tão prejudiciais à vida, na terra, que se torna trágico imaginar que se nada for feito, realmente, em algumas décadas, enormes impactos ambientais serão irreversíveis. Deve-se partir do ponto que não se pode cuidar do escurecimento global sem pensar em maneiras de controlar ou diminuir o aquecimento global.
É! Depois de anos, parece que o Aquecimento Global vai passar a dividir o papel de protagonista e dar espaço à “revelação” Escurecimento Global, que sai de trás das cortinas, e passa a dividir polêmicas... ”Qual é o mais vilão?”; “Quem mata mais?”, “O que fazer com os dois?”... Muito vai se perguntar e (espera-se que não) pouco vai se fazer... Será que um terceiro fenômeno vai aparecer?

Um comentário:

Marcorrea disse...

Bacana discutir sobre meio ambiente: um tema que todo mundo sabe que é importante, mas que poucos se dispõem a falar.

Parabéns